Piauí Terra Querida

Animação feita em flash

 
Sexta, 20 de setembro de 2019
Tamanho da Letra
RSS
 
Lançado Prêmio ODM Brasil no Piauí
05/10/2007 13:25
por Elza Muniz
Foto: Francisco Leal
Lançamento do Prêmio ODM Brasil
Lançamento do Prêmio ODM Brasil

O Prêmio ODM Brasil (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio) foi lançado na manhã desta sexta-feira, 05, no cine teatro da Assembléia Legislativa, com a presença de representantes da ONU, do assessor da Secretaria Geral da Presidência da República,Geraldo Magela; do governador Wellington Dias, entidades parceiras como a Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil e municípios. Podem participar os municípios, universidades, ONGs, fundações e entidades empresariais. Os interessados em participar do Prêmio podem se inscrever até dia 31 de outubro.

O governador Wellington Dias fez um apelo aos municípios e sociedade civil para que colabore com a premiação. “A maior premiação que podemos alcançar é atingir as oito metas do Milênio traçadas pela ONU”, disse o governador, que fez abertura do evento antes de viajar para o Encontro dos Governadores do Nordeste, que acontece nesta sexta-feira, em São Luís (MA).

A inscrição poderá ser feita pelo site www.odmbrasil.org.br ou pelo correio através do endereço: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) – SAIS – Área 02-A – 70610-900, Brasília-DF. O prêmio é uma iniciativa do Governo Federal com o apoio da Caixa Econômica, Banco do Brasil e Petrobras.

A representante do Programa das Nações Unidas (ONU), Aline Briseno, fez a apresentação do Prêmio ODM Brasil e esclareceu dúvidas ao lado do secretário-geral da Presidência, Geraldo Magela. “Esses objetivos não se concretizam, se não se transformarem em ações concretas nas comunidades”, alerta Briseno, destacando que essa é uma iniciativa do Penud, que se soma a tantas outras como o pacto pela meloria da qualidade de vida das crianças e adolescentes através do Selo Unicef, que envolve os municípios do semi-árido piauiense.  

Os objetivos do Milênio traçados pela ONU são: Acabar com a fome e a miséria; educação básica de qualidade para todos; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater a aids, a malária e outras doenças; qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; igualdade entre sexos e valorização da mulher e todos trabalhando pelo desenvolvimento. Esses objetivos do Milênio foram traçados em 2000, quando líderes de 191 nações oficializaram um pacto para tornar o mundo mais justo e solidário até 2015.

Entre os critérios para participar da premiação está a entidade ter no mínimo 12 meses de existência, que a entidade civil responsável pelo trabalho tenha no mínimo dois anos de existência e que a entidade não tenha nenhuma prática atentatória contra qualquer um dos objetivos que estão sendo propostos.

Entre os órgãos parceiros apoiadores estão a Caixa (CEF), Banco do Brasil e Petrobras. “A Caixa não poderia deixar de apoiar um prêmio que visa dá visibilidade a práticas de instituições em prol do desenvolvimento do milênio”, disse o superintendente da Caixa, Herbert Buenos Aires. Para o superintendente do Banco do Brasil, Vivi Reis, o Banco do Brasil tem diversas ações de incentivar os objetivos do milênio. “Essas ações são erradicação do analfabetismo, acessibilidade, igualdade entre homens e mulheres”, explica. 

O Brasil é o único país signatário das metas do Milênio que criou uma premiação com o objetivo de incentivar e reconhecer ações que visam atingir os oito objetivos. “Em março, as instituições premiadas vão receber um troféu das mãos do presidente Lula”, disse Geraldo Magela.

Na ocasião, o deputado João de Deus, representando a Assembléia Legislativa, frisou a importância do envolvimento dos municípios. “Vamos assumir o compromisso de trabalhar pelas metas do Milênio e somar esforços com os governos Federal e Estadual”, disse o prefeito de Manuel Emídio, José Madeiros. O coordenador de Direitos Humanos do Estado, Alci Marcos, anunciou a criação de um comitê estadual para divulgar o ODM Brasil 2008.

Critérios para seleção da premiação:
Caráter inovador;
Qualidade dos serviços prestados;
Existência de parcerias;
Integração de políticas como saúde, educação;
Perspectiva de continuidade;
Possibilidade de tornar-se referência para sociedade e governo;
Oferecer contribuições para o alcance da ODM;
 

 

Imprimir esta página Enviar matéria

Outras Notícias do Dia

COMUNICAÇÃO
Coordenadoria de Comunicação Social - CNPJ - 05.810.478/0001-09
Praça Marechal Deodoro da Fonseca, 774 - Centro - CEP 64.000-160 - Teresina - Piauí Telefone: 86 2107 3313

Programação e Hospedagem: ATI - Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí